O que significa pequena monta, média monta ou grande monta?

Confira em nosso artigo informações sobre o que significa pequena monta, média monta e grande monta, e se vale ou não comprar um carro sinistrado.

Artigo
 

Continua após a publicidade

O que significa pequena monta, média monta ou grande monta? Artigo escrito por: LanceSeguro
Criado em: 25 de setembro de 2019   
Atualizado em: 25 de setembro de 2019
Comentar artigo Adicionar comentário


Artigo Leilão de veículos

Q uando se começa o interesse pelo universo das vendas de veículos em leilão começa também a dúvida sobre pequena monta, média monta e grande monta.

Afinal, o que significam estes termos? Quem define? E qual o efeito que eles têm sobre o veículo negociado?

Parece complicado, e muita gente iniciando uma negociação de um veículo fica em dúvida sobre como proceder, se poderá o veículo ser segurado, ou até mesmo regularizado perante os órgãos de trânsito.

Neste artigo vamos explicar sobre estes tipos de monta, a pequena, média e grande, ajudando quem tenha dúvida sobre este tema.

Quem define se o veículo teve pequena, média ou grande monta?

Quem define se o acidente que o veículo teve causou uma pequena monta, uma média monta, ou uma grande monta é o agente de trânsito, definindo no momento em que é gerado o Boletim de Ocorrência sobre o acidente ocorrido.

Em 2008 surgiu uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) que especificou as condições, ou seja, as regras que os agentes de trânsito deverão seguir e/ou considerar para poder corretamente classificar o acidente no Boletim de Ocorrência.

Esta resolução surgiu com o objetivo de aumentar a segurança no trânsito urbano, pois assim será determinado se:
I. Se o veículo pode retornar à circulação de imediato;
II. se poderá retornar à circulação mediante uma vistoria veicular / inspeção;
III. se ele estará proibido de circular, independente dos reparos que venham a ser feitos.

Sinistro de pequena monta

De acordo com a resolução do CONTRAN, sinistros de pequena monta são:

"Danos de pequena monta, quando o veículo sofrer danos que afetem peças externas e/ou peças mecânicas e estruturais, mas que, quando substituídas ou recuperadas, permitem que o veículo volte à circular sem requerimentos adicionais de verificação".

Sinistro de média monta

Também de acordo com a resolução do CONTRAN, temos para média monta:

"Danos de média monta, quando o veículo sofrer danos em suas peças externas, peças mecânicas e estruturais, mas que, quando substituídas ou recuperadas, permitem que o veículo volte à circular após a realização de inspeção de segurança veicular e a obtenção do Certificado de Segurança Veicular – CSV".

Sinistro de grande monta

Já grande monta faz com que o veículo só possa ser vendido como sucata, sem direito à regularização de seu documento, conforme a resolução:

"Danos de grande monta, quando o veículo sofrer danos em suas peças externas, peças mecânicas e estruturais que o classifiquem como veículo irrecuperável".

Como a classificação do sinistro influencia no seguro do automóvel?

Ao se ter um registro de sinistro no veículo, independente se é pequena monta, média monta, ou grande monta, este registro pode afetar a contratação do seguro do seu veículo.

E é até corriqueiro que algumas seguradores vetem a contratação do seguro para tal veículo.

Quando o veículo teve um sinistro que gerou uma pequena monta, mesmo que não constando na sua documentação, aparece para a seguradora em seus sistemas, e mesmo assim poderá o veículo ter uma desvalorização no seguro, ou seja, não será coberto com o normal dos 100% da Tabela Fipe.

Já média monta deve-se ficar alerta, e antes de adquirir o veículo pesquisar se ele poderá ou não ser segurado, pois neste caso é muito comum a total recusa das seguradoras.

Grande monta, ou seja, sucata, não se faz seguro, afinal, é um veículo que se adquirido servirá somente para aproveitamento de peças, e não para circulação.

Conclusão

Todo sinistro gera um registro sobre o veículo, seja ele leve, médio ou grave.

E o seu tipo influencia no seguro e até mesmo se ele poderá voltar ou não a circular.

A recomendação é que sempre seja feita a validação do veículo, utilizando o número do chassi, para confirmar se vale a pena ou não a sua aquisição.

Criamos a LanceSeguro para que você tenha um local seguro para buscar seu item, somente lhe apresentando itens oficiais de leiloeiros registrados pela junta comercial.

Acesse e confira:
LanceSeguro - O seu buscador de leilões oficiais


Precisa de ajuda?

Nossos Contratos Se você tiver qualquer dúvida ou queira comentar sobre este artigo vá na sessão de comentários logo abaixo.
Responderemos bem rápido para você!


Curtiu nosso artigo?

Deixe a sua curtida, assim o nosso time saberá que o artigo foi útil e também nos motivará a criar novos artigos para ajudar você.


Publicidade








Tem alguma dúvida, sugestão ou comentário?
Utilize o espaço abaixo e o nosso time lhe responderá bem rápido!





Continua após a publicidade



Sobre nós!

A LanceSeguro é uma plataforma 100% nacionao, criada e desenvolvida visando a segurança na busca de um leilão.

Nosso time é formado por apaixonados no assunto, que sempre buscam novidades que possam ajudar o dia a dia de todos.

Atualmente somos a maior plataforma de busca de leilões oficiais do Brasil.

footer email

Qualquer dúvida entre em contato conosco pelo e-mail contato@lanceseguro.com.br, ou pela opção de contato localizado no menu em nosso site.
O atendimento é realizado de segunda a domingo, das 8h à meia-noite.

© 2019 - Todos direitos reservados - LanceSeguro - O seu buscador de leilões oficiais!